DINO

Empresários brasileiros estão otimistas para o próximo ano, reporta Flavio Maluf

  • por: DINO
  • data: 23/11/2016
Uma pesquisa chamada "International Business Report (IBR)" avaliou a expectativa de 2.600 líderes de mercado em 37 economias mundiais diferentes e apontou um otimismo dos empresários brasileiros para o período dos próximos doze meses. O estudo foi realizado pela auditoria e consultoria Grant Thornton, uma empresa americana.

No terceiro trimestre de 2016, em relação ao trimestre anterior, o otimismo dos empresários do Brasil subiu 27 pontos percentuais, chegando a 45% - ou seja, 12% a frente da média global, que foi de 33%. O país, desde o segundo trimestre 2013, quando alcançou os 43%, não apresentava um indicador tão positivo, reporta o empresário brasileiro, presidente das empresas Eucatex, Flavio Maluf.

O Brasil que estava em 23ª posição no ranking geral dos países mais otimistas, agora, subiu para a 14ª. Abaixo do Canadá e da Alemanha, no entanto, a frente do poderoso Estados Unidos da América, que se encontra em 15º lugar. Os primeiros da lista são a Indonésia, a Índia e as Filipinas. Já o Japão, a Grécia e a Cingapura são os últimos, aponta Flávio Maluf.

Em relação à expectativa de aumento da receita para os próximos doze meses, o índice é de 59%, o que, comparado ao trimestre anterior, representa uma queda de 4 pontos percentuais; a expectativa de emprego caiu 17 pontos e chegou aos 25%; e a expectativa de rentabilidade caiu 13 – índice de 42%, conforme reporta Flavio Maluf.

O sócio líder da área de consultoria e auditoria da Grant Thornton, Daniel Maranhão, diz que os principais motivos que encorajam as apostas dos empresário na retomada do crescimento do PIB "são a expectativa de estabilidade política e perspectiva de ajuste fiscal e seus reflexos nos indicadores econômicos para os próximos anos"

Flávio Maluf destaca que o aumento da força de vendas, o incentivo a melhorias de produtividade, os investimentos em marketing, o investimento em novo produto ou serviço, e a ampliação dos negócios locais são as iniciativas que os empresários distinguiram para investir no crescimento nos próximos meses.

Já no que diz respeito aos salários, 79% acreditam em aumento, isso significa 10 pontos a mais em relação ao trimestre anterior; e 7% confiam em um aumento de salário acima da inflação - um aumento de 7 pontos.

Contudo, o empresário Flávio Maluf, ressalta que, em âmbito mundial, o otimismo não foi tão positivo. O percentual de 33% é de apenas 1 ponto a mais em relação ao segundo trimestre de 2016, no entanto, representa queda de 11 pontos em relação ao mesmo período do ano passado.

A pesquisa revelou redução do otimismo na França, que foi de menos 18 pontos; no Reino Unido e na Espanha, ambos caíram 19 pontos; e na Irlanda, que diminui 24 pontos.

A média dos outros países da União Europeia foi de uma queda de 7 pontos percentuais. Já nos Estados Unidos, em relação ao trimestre, a redução foi somente de 1 ponto, mas no período do último ano já são 11. O México caiu 22 pontos apenas nos últimos três meses.

logo comunique-se

Copyright © 2016 Comunique-se

imgCaptha